Logo
0
0
0
s2smodern


1 - Vejam, eu andei pelas vilas,
Apontei as saídas como o Pai me pediu
Portas, eu cheguei para abri-las,
Eu curei as feridas como nunca se viu    
 
Por onde formos também nós que brilhe a tua luz!
Fala, Senhor, na nossa voz, em nossa vida
Nosso caminho então conduz. Queremos ser assim!
Que o pão da vida nos revigore no nosso "SIM"!    

2 - Vejam, fiz de novo a leitura das raízes da vida
Que meu Pai vê melhor
Luzes, ascendi com brandura
Para a ovelha perdida não medi meu suor  

3 - Vejam, procurei bem aqueles que ninguém procurava
E falei do meu Pai
Pobres, a esperança que é deles eu não quis ver
Escrava de um poder que retrai  

4 - Vejam, semeei consciência nos caminhos do povo
Pois o Pai quer assim
Tramas, enfrentei prepotência dos que temem
O novo qual perigo sem fim  

5 - Vejam, eu quebrei as algemas, levantei os caídos
Do meu Pai fui as mãos
Laços, recusei os esquemas
Eu não quero oprimidos, quero um povo de irmãos  

6 - Vejam, procurei ser bem claro: o meu Reino é diverso
Não precisa de rei!
Tronos outro jeito mais raro de juntar o disperso
O meu Pai tem por lei  

7 - Vejam, do meu Pai a vontade eu cumpri passo a passo
Foi para isso que eu vim
Dores, enfrentei a maldade, mesmo frente ao fracasso
Eu mantive o meu "SIM"  

8 - Vejam, fui além das fronteiras, espalhei a boa-nova:
Todos filhos de Deus!
Vida, não se deixe nas beiras quem quiser
Maior prova: Venha ser um dos meus!